Ondas Magnéticas (PST)

Corpo

É um método não invasivo para tratar a doença, pode prorrogar ou evitar a necessidade de uma cirurgia. As ondas electromagnéticas estimulam o funcionamento das células responsáveis por refazer uma cartilagem sadia. Tira a dor, melhora a mobilidade do paciente, e evita que a cartilagem continue se deformando. A terapia, que tem resultados positivos em 70% a 80% dos casos, é feita com nove ou 12 aplicações de uma hora cada, dependendo de indicação médica, e é indolor.

 

As ondas magnéticas (PST), estão indicadas para doenças degenerativas articulares, tendinopatias, lesões e traumas desportivos e adjuvantes a doenças reumáticas.

 

Esta técnica está contra indicada para pessoas portadoras de Pace-makers, doentes neoplásicos, insuficiencia cardiaca severa, arritmias, angina peitoral, epilepsia, grávidas e crianças menores de 12 anos.

 

Pacientes com próteses, parafusos ou material de osteossíntese PODEM efetuar o tratamento sem nenhuma restrição. Apenas próteses em puro ferro (Fe) são desaconselháveis. No entanto, há muito que tais próteses não são utilizadas. Ligas metálicas em que se inclua Fe são COMPATÍVEIS com o tratamento. Ligas de titânio (ou outras ligas metálicas), com componentes de plástico, são normalmente usadas nos casos de articulações artificiais, sendo também COMPATÍVEIS com o tratamento PST.

 

Efetue já a sua marcação

Marcações